quinta-feira, 30 de julho de 2009

Sim, nós temos o nosso dia!! Parabéns, mulher angolana!

Sabe, fico pensando por que todas as culturas do mundo homenageiam as mulheres com um único dia, uma vez que somos tantas todos os dias!

Nos devem!

Sejamos nós angolanas, brasileiras, européias, americanas, árabes, asiáticas...

Não importa!

Nos devem!

Passamos ao largo da história provocando as transformações.

Procriando as novas gerações.

Criando os filhos das revoluções.

Construindo as nações.

Sozinhas. Caladas. Chorando.

Com apertos no coração.

Mas, somos o sorriso da aprovação.

O olhar terno da compreensão.

O porto seguro do guerreiro machucado.

Somos as provedoras do alimento.

Do leite que faz crescer.

Da esperança que imprimimos nos corações.

Nos devem!

O reconhecimento do trabalho bem feito.

Dos nossos filhos carregados em nossas costas!

Das sestas de frutas e verduras que saímos para vender todos os dias!

Faça chuva ou sol!

Dos peixes que compram nossas roupas.

Do colo que proporcionamos.

Do nosso sorriso aberto quando chegas em casa.

Do carinho que temos em nosso coração.

Somos mulher! Viva nosso dia!

Mulher angolana, parabéns!

M. Conceição Azevedo

Consultoria Editorial|Comercial

OS LIMITES DO CRESCIMENTO ECONÓMICO


LANÇAMENTO

do livro

OS LIMITES DO CRESCIMENTO ECONÓMICO

entre o possível e o desejável

de Manuel José Alves da Rocha, a ter lugar no dia 31 de Julho de 2009 (sexta-feira), às 16h00, na UCAN – Universidade Católica de Angola (pólo do Palanca).


O LIVRO

Trata-se de um estudo sobre a economia angolana até 2000, com particular incidência sobre a década de transição para economia de mercado, durante o qual diferentes reformas económicas e institucionais foram tentadas, mas sempre com resultados efémeros, fracos e titubeantes, devido à influência negativa da guerra, mas, também, à natureza da própria política económica. O livro contém uma extensa descrição factual e quantificada da evolução económica de Angola durante o conturbado período que antecede as primeiras eleições livres de 29 e 30 de Setembro de 1992 e se prolonga até 2000, apresenta um estudo econométrico das reformas económicas efectivadas durante a década de transição para o sistema de mercado e uma síntese dos principais planos de política económica elaborados pelo Governo. Nos dois capítulos finais apresentam-se os limites do crescimento económico de Angola na perspectiva do autor e para as condições de então, e analisam-se o estado da competitividade nacional e as condições para correcta inserção na região da SADC.


Páginas: 278

Formato: 16,5 X 24

PVP: Kz 2.000,00

ISBN: 989-631-032-3



O AUTOR (912 247 360)

Manuel José Alves da Rocha, economista de formação com pós-graduações em modelos económicos e práticas económicas restritivas, nasceu em Malanje aos 26 de Agosto de 1947, tem uma vasta e diferenciada actividade de investigação e consultoria económica e institucional, bem como de docência universitária em Angola e Portugal. Colaborou em diversos trabalhos para o Banco Mundial, Banco Europeu de Investimentos, Organização Internacional do Trabalho e a CNUCED, foi consultor técnico principal de diferentes organismos do PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento) durante 10 anos e nos últimos sete tem trabalhado com a Comissão Europeia em Angola.

Tem diferentes trabalhos de investigação sobre a realidade económica e social de Angola e também em África.


É autor dos livros:

Potencialidades e Perfis Industriais da Região Centro de Portugal (co-autor), Comissão de Coordenação da Região Centro, 1984.


Questões Actuais e Fundamentais da Economia Angolana, Policopiado, Ministério do Planeamento 1995


Economia e Sociedade em Angola, Luanda Antena Comercial (LAC), 1997 (Patrocínio da Associação Industrial de Angola)


Angola: Estabilização, Reformas e Desenvolvimento, LAC, 1999 (Patrocínio do Ministério do Planeamento)


Por Onde Vai a Economia Angolana? LAC/Executive Center, 2000


Os Limites do Crescimento Económico em Angola — As fronteiras entre o possível e o desejável, LAC/Executive Center, 2001


Opiniões e Reflexões – Colectânea de Artigos, Conferências e Palestras

Sobre Angola, África e o Mundo, Centro de Estudos e Investigação Científica – Universidade Católica de Angola. 2004

Finanças Públicas, Universidade Cat6llca de Angola — Centro de Estudos Investigação Científica, 2006.

Economia e Sociedade em Angola (Editorial Nzila, Luanda, 2007).


Introdução à Economia Internacional e integração Regional, Centro de Estudos e Investigação Científica, Universidade Católica de Angola, 2008


A linha de investigação que tem sido adoptada em todas estas obras privilegia a compreensão das razões profundas para os crónicos insucessos da política económica e para a eterna espera dum futuro que deveria ter começado ontem.


A sua intervenção social tem-se, também, traduzido na apresentação de muitas conferências e palestras em Angola e no estrangeiro e em numerosos artigos em revistas de índole económica e social.


É membro da Sociedade de Geografia de Lisboa (desde 1982), da Ordem dos Economistas Portugueses, da Associação Angolana de Economistas, da Canadian Association of African Studies (desde 1998), do Centro de Estudos Africanos do ISCTE (Portugal), do Centro de Estudos Sociais e Desenvolvimento, do Centro de Estudos Estratégicos de Angola, do Instituto de Estudos Económicos da Faculdade de Economia da Universidade Agostinho Neto e do Centro de Estudos e Investigação Científica da Universidade Católica de Angola (do qual é actualmente Director Académico).


Desde Agosto de 2000 é Professor Associado da Universidade Católica de Angola, onde é regente e lecciona as disciplinas de Finanças Públicas, Teoria da integração Económica e Economia Internacional. Exerceu funções de docência universitária na Faculdade de Economia da Universidade de Angola entre 1972 e 1977 e no Departamento de Economia da Universidade de Évora (Portugal) entre 1979 e 1989.


NZILA – O PRAZER DE LER BONS LIVROS

quarta-feira, 29 de julho de 2009

Dicas Para a Noite de Hoje

Para os amantes das artes cénicas O dia 31 de Julho – Dia da Mulher Africana – é saudado, a partir das 17h00, na União dos Escritores Angolanos (Largo da Escolas), com uma “Maka à quarta-feira” sobre o papel da mulher nas artes cénicas. Várias actrizes falarão das suas experiências. A música e a poesia também fazem parte do programa. Entrada livre.

Para os «Jazzlovers» Hoje, das 18h00 às 19h00, na Rádio LAC – Luanda Antena Comercial (95.5 FM) –, com realização e apresentação do Jerónimo Belo, vai para o ar um programa especial sobre o “Luanda Internacional Jazz Festival 2009”. Recordamos-lhe que, de 31 de Julho a 2 de Agosto (sexta, sábado e domingo), sob o lema “Luanda merece”, a cidade será tocada pela magia do Jazz.

Para os fãs de Heavy C O músico, que, no sábado passado, deu “aquele show” na Praça da Independência, vai actuar hoje à noite, a partir das 21h00, no Centro Cultural Kilamba, nas Bês (Bairro Valódia), no programa “Quartas no Quilamba”.

Para os amantes de futebol O Sporting (de Portugal) e o Twente (da Holanda) jogam hoje, às 19h45, a 1ª mão da 3ª eliminatória da UEFA Champions League 2009/10.

COMUNICADO DE IMPRENSA - INSTITUTO CAMÕES

INSTITUTO CAMÕES * CENTRO CULTURAL PORTUGUÊS DE LUANDA


COMUNICADO DE IMPRENSA


Vinte anos depois de ter surpreendido o público e a crítica com o primeiro livro de poesia amorosa e erótica da literatura angolana – Tanto Amor, publicado em 1989 -, cujos dez mil exemplares se esgotaram rapidamente, João Melo lança no próximo dia 30 de Julho (5ª feira), às 18h30, no Instituto Camões – Centro Cultural Camões, em Luanda, o livro Novos Poemas de Amor, editado pela Chá de Caxinde.


João Melo nasceu em 1955 em Luanda, onde vive. É escritor, jornalista, publicitário, professor universitário de Comunicação e deputado à Assembleia Nacional de Angola. Fez os estudos primários e secundários em Luanda. Estudou Direito em Coimbra e Luanda. De 1984 a 1992 morou no Rio de Janeiro, como correspondente de imprensa. Nesse período, graduou-se em Jornalismo na Universidade Federal Fluminense e fez o Mestrado em Comunicação e Cultura na Universidade Federal do Rio de Janeiro.


Como escritor, é poeta, contista, cronista e ensaísta. Publicou onze livros de poesia, quatro de contos e um de ensaios. Tem actualmente no prelo dois livros de poesia, dois de ensaios e um de contos. Está representado em várias antologias, em Angola e no estrangeiro. Teve três menções honrosas, duas no Prémio Sonangol de Literatura e uma no Prémio Sagrada Esperança, ambos em Angola. Publicado habitualmente em Angola, Portugal e Brasil, tem textos traduzidos para mandarim, francês, alemão, italiano e húngaro.


Na verdade, o amor, quase sempre carregado de uma forte carga erótica, é um dos temas recorrentes da poesia e também da prosa de João Melo.Neste seu novo livro, composto por quarenta poemas escritos durante um decénio (de 1990 a 2000), o autor canta, diz a escritora Margarida Paredes, “um amor que se renova constantemente, renasce, com um movimento entre o passado e um presente reavivado, reencontrado. Muita ternura, muito erotismo, mas um erotismo maduro, no qual a paixão é constantemente atravessada pela cumplicidade do tempo”.


Acrescenta a autora/leitora: “Depois há uns laivos de angústia e desespero, que investem os poemas de uma vibração verdadeira, vital.Um certo desassossego também, uma inquietude que é sinal de vida e capacidade de reinvenção e encantamento através dos sentimentos.Renovar o amor e fugir da morte...”


Para Margarida Paredes, os textos de Novos Poemas de Amor são “do ponto de vista formal, perfeitos, com um ritmo construído de uma maneira contida. Mas o amor não é perfeito, é desordem... Sente-se que a ordem formal está ali a enformar a desordem dos sentidos, em contraponto das emoções... Por conseguinte, um amor adulto, controlado.”


O Instituto Camões – Centro Cultural Português em Luanda, a Editora e Livraria ChÁ de Caxinde juntam-se novamente para em conjunto realizarem no próximo dia 30 de Julho às 18:30 o lançamento do mais recente livro de poesia “ Novos Poemas de Amor” , de autoria de João Melo um dos mais importantes escritores do panorama literário Angolano e de Língua Portuguesa.

terça-feira, 28 de julho de 2009

Número de Pessoas Que Já Assistiram aos Eventos do Lev´Arte

O Lev´Arte nasceu aos 20 de Julho de 2006.

Este ano (2009) apagamos a terceira vela do Movimento.

Ano - Nº de Pessoas que assistiram aos Eventos do Lev´Arte:

Números aproximados:

em 2006 - 2400;
em 2007 - 4600;


Números Exactos:


em 2008 - 11862;
em 2009 (até 25 de Julho) - 10181.


Obrigado pela força!

Noites Poéticas

Um Sonho Mil Realizações

Semana do Poema

Luanda está cada vez mais tornada na cidade da Poesia Ao ViVo, não deixe de alimentar a sua alma e humanizar o seu ser com cultura e arte.
Publico da Arte em Angola
Artes Ao Vivo
Gesta Artes
Instituto Camões, Editora Chá de Caxinde e João Melo
Movimento Lev´Arte

Agenda da Banda THE KINGS

Somos a informar que para esta semana a banda THE KINGS, tem agendada as seguintes actividades:

4ª Feira (29/7/09)
Acompanhará o artista HEAVY C, na "Quarta Quente - Com Calado Show"
Local : Centro Recreativo KilambaHora: 20:00

5ª Feira (30/7/09)
Local: Praça da AlimentaçãoHora: 19 - 21 Horas

6ª Feira (31/7/09)
Local: King´s Club ( de fronte ao Magistério Primário. Vila - Alice)Hora: 23:00

Sábado (1/8/09)
No quadro das comemorações do 20º aniversário da Associação Chá de Caxinde, a referida associação deu início a uma série de projectos culturais, sendo um deles voltado para homenagear figuras ou entidades, que tenha se destacado, contribuindo positivamente para o crescimento da nossa sociedade.

O evento em questão é denominado FUNJADA AO SÁBADO NO CHÁ, onde o cidadão interessado deverá adquerir o seu ingresso na Associação, que lhe dará direito ao buffet, podendo levar a sua bebida. Sendo no fundo um grande motivo para o reencontro de amigos e familiares, acompanhado da boa música da Terra e de África, que é apresentada pela banda THE KINGS "ANFITRIÃ" e outros ilustres artistas convidados.

Local: Esplanada Espaço verde do Chá "Chá de Caxinde"
Hora: 14:00

OBS: Faça já a sua reserva com antecedência

NÃO PERCA!!!!!
A VIDA É PRECIOSA! .... CURTE A VIDA. ....BUSQUE CULTURA E ARTE PARA A SUA MENTE.
CONTACTOS PARA SHOW: 923 625 198 / 912 408 215

Filipe de Brito
MANAGER

segunda-feira, 27 de julho de 2009

Beautiful Me


Em 2009, A Alliance Française de Luanda apostou por uma contribuição à dança contemporânea angolana convidando companhias de dança contemporanêa estrangeiras e possibilitando trocas de esperiências.

Com este novo espectáculo, o público de Luanda conhecerá outra figura da dança contemporânea : O SOLO. Beautiful me é a ocasião de descobrir e admirar o maravilhoso dançarim que é o Gregory Maqoma. No palco ele será acompanhado por quatro músicos que excelam na união sútil do violoncela, do violão, das percussões e da citara.


“Nem Uma E Nem A Outra”


Não sou nenhum Shakespeare

Nem tenho penas a mais

Não sou sequer Camões

Nem ambiciono ser sombra desses Ilustres

Não sou um rabisco simples do Pessoa

Nem tão pouco lembro o que escreveu

Não sou mesmo assim o lado negro da Luz

Nem mesmo sou um raio que se veja bem

Não sou génio algum sequer

Nem me aproximo de um bom Filósofo

Não sou nem sandálias de Castro Alves

Nem sei quem sou na verdade

Não sou digno do lixo que provoco

Nem compreendo como o hei de reciclar

Não sou burro ou cavalo

Nem pertenço à classe de tais herbívoros

Não sou carnívoro também

Nem como peixe ou carne animal

Não sou um monstro e tento não ser besta

Nem vejo bem como a Vida funciona

Não percebo bem o que a imaginação me diz

Nem percebo bem em que acreditar

Não sou padre ou nem rabino ou nem mullah

Nem sigo aos profetas e nem às suas crenças

Não sou assassino e não pretendo sê-lo alguma vez

Nem que me tentem forçar ou convencer a isso

Não sou patriota exacerbado e nem sou cego ou surdo

Nem hei de nunca ser um suicida bombista fanático

Não sigo e não obedeço às doutrinas populistas

Nem quero ser nunca supersticioso à toa

Não sou um poeta e nem mesmo um aprendiz

Nem jamais deixarei de sêr um Sêr Humano Comum...

Escrito em Luanda, Angola, por Manuel de Sousa, a 26 de Junho de 2009, em Homenagem a todos aqueles que engrandecem/ceram à Humanidade através da Verdade e da Escrita da Pena e da arte do Regist(r)o, sobretudo aos Poetas e Filósofos e aos Cientistas da Vida...

Dedicado ainda ao Eminente Professor Doutor João José Lopes Gomes, Cardiologista Luso-Angolano de Renome, nascido no Huambo, Angola, há muito radicado em Portugal, onde pratica e ensina a especialidade médica de cardiologia, e que, no passado dia 23 de Julho de 2009, proferiu uma concorrida Palestra no nosso Rotary Club de Luanda...

sexta-feira, 24 de julho de 2009

Três Anos de Poesia Ao ViVo (Tarde de Poesia)


Sábado - 25/07/2009 na Casa da Juventude/Viana às 16h00

Lev´Arte e Casa da Juventude/Viana
Para celebrar o terceiro aniversário do Lev´Arte acontece este Sábado na Casa da Juventude em Viana um Show Poesia ao ViVo e Apresentação da Obra de Nguimba Ngola o pai de Mátria.


www.fazemosacontecer.blogspot.com
927 00 1780

quinta-feira, 23 de julho de 2009

Foram Poucos Os Dias

Foram poucos os dias

Que eu sorri

Que eu vivi...



Foram tão poucas as frases

Que eu escrevi

Que eu o amor brindou em mim

Foram poucas as chances!

Do amor que deste para mim



Do amor que você nunca sentiu por mim

E que mesmo assim de lá eu vim

Ai, eu sei que sim!



Que foram tão poucas as vezes

Que você pensou em mim



E por menos que você me quisesse

Foram poucas as vezes que eu pensei

Em deixar de pensar em você!


Nilton Cortez...

quarta-feira, 22 de julho de 2009

Aniversário do Assalto ao Quartel Moncada

Por ocasião do 26 de Julho “Aniversário do Assalto ao Quartel Moncada”, A CAIMANEROS e a Associação CHÁ DE CAXINDE, realizam neste sábado:

1º APRESENTAÇÃO DO FILME “CHE EL ARGENTINO

· ENTRADAS GRÁTIS

· CINE TEATRO NACIONAL “CHÁ DE CAXINDE”

· 20:00 HORAS

---APÓS O FILME---

2º COCKTAIL (MÚSICA AO VIVO COM A BANDA THE KINGS)

· ESPLNADA ESPAÇO VERDE CAXINDE

· ENTRADA: $ 75.00

ADQUIRA O SEU CONVITE: 925 808 101 / 923 640 229 / 923 465 869

Filipe de Brito

segunda-feira, 20 de julho de 2009

3 ANOS A FAZER ACONTECER & POESIA




3 ANOS A FAZER ACONTECER & POESIA

Desde 20 de JULHO de 2006

Poesia ao ViVo com Lev´Arte até 31/07/2009

1. Quinta-Feira - 23/07/2009 no Parque da Independência às 19h00

2. Sábado - 25/07/2009 na Casa da Juventude/Viana às 16h00;

3. Sexta-Feira - 31/07/2009 no Cefojor às 18h30.


AGRADECIMENTOS:

1. PLATEIA LEV´ARTE (QUE FAZ O NOSSO FAZER ACONTECER UMA REALIDADE EM QUALQUER LUGAR);

2. OS NOSSOS PARCEIROS (QUE PERMITEM A ARTE TER UMA CASA PARA ACONTECER):

* KING´S CLUB; * INSTITUTO CAMÕES; * CHÁ DE CAXINDE; * UNIÃO DOS ESCRITORES ANGOLANOS; * CASA DA JUVENTUDE/VIANA; * CASA DE CULTURA BRASIL/ANGOLA;

3. OS NOSSOS MEMBROS EXECUTIVOS (QUE FAZEM ACONTECER).

Mona Mwazanga & Tata Yetu


LEV´ARTE ANGOLA & LEV´ARTE BRASIL