terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Midju di Fogu - "Azágua" e outras memórias de Cabo Verde

NANDYALA Editora em Cabo Verde

O Ministério da Cultura de Cabo Verde e a NANDYALA Editora convidam para o lançamento do livro Midju di Fogu – “Azágua” e outras memórias de Cabo Verde (poesia), do jovem escritor Pedro Matos.  A obra, que ficcionaliza com maestria as realidades étnicas e sociais cotidianas do país, será apresentada pelo renomado poeta, cronista e romancista cabo-verdiano Filinto Elísio, contendo apreciação crítica da Profa. Dra. Simone Caputo Gomes (USP) e do Prof. Ricardo Riso (UNESA).

- 25/02/2011, sexta-feira, 18h

Palácio de Cultura Ildo Lobo, Praia (Capital), Ilha de Santiago – Cabo Verde

- 18/02/2011, sexta-feira, 18h

Casa da Memória - São Felipe, Ilha do Fogo – Cabo Verde

SAIBA MAIS SOBRE CABO VERDE...

Cabo Verde é um país insular africano, arquipélago de origem vulcânica, constituído por dez ilhas (Boa Vista, Brava, Maio, Sal, São Nicolau, Fogo, Santo Antão, Santiago,  São Vicente e Santa Luzia). Está localizado no Oceano Atlântico, a 640 km a oeste de Dacar, Senegal, e faz fronteira a Mauritânia, a Gâmbia e a Guiné-Bissau. Foi descoberto por Diogo Gomes em 1460, ao serviço da Coroa Portuguesa, que encontrou as ilhas desabitadas. Colônia de Portugal desde o século XV até a sua independência em 1975, conquistada pelo PAIGC, liderado pelo intelectual, ativista político e poeta guineense Amílcar Cabral. A língua oficial de Cabo Verde é o português, usada nas escolas, na administração pública, na imprensa e nas publicações. A língua nacional (falada popularmente) é o crioulo cabo-verdiano (criol, kriolu), sendo que cada tem um crioulo diferente. Cabo Verde possui expressiva produção literária, em forte diálogo com a Literatura Brasileira. Conheça um pouco mais sobre a Literatura Cabo-verdiana em www.simonecaputogomes.com/literatura.htm  e  em ricardoriso.blogspot.com

NANDYALA Livraria & Editora - 5 Anos!

 

1 comentário:

Antonio Saramago disse...

Sem favores cá estou neste teu novo e tão interessante espaço,como arranjas tempo para tanta escrita?
MUITOS PARABÉNS!hipodi